Onde vou trabalhar em Nova York

times2

Essa provavelmente é uma das partes mais incríveis dessa experiência: trabalhar na famosa Times Square, um dos maiores centros comerciais do mundo onde os prédios instalam luminosos gigantes para fins publicitários – que nem parecem reais de tão legais que são. Sobre o trabalho em si, para quem não viu esse post aqui, eu irei fazer o meu estágio obrigatório da faculdade no departamento de marketing da empresa onde eu trabalho aqui no Brasil, que tem sua sede em Nova York. O estágio terá duração de um mês, e em cada semana eu irei fazer algo diferente – minha supervisora de estágio já me adiantou que essa é uma época muito agitada por lá, com muitos eventos legais pra gente organizar e muita gente nova passa pelo escritório nesse período.

O meu canal favorito sobre Nova York – Amigo Gringo, que eu já indiquei nesse post, tem um vídeo legal sobre a Times Square, vou deixar aqui pra vocês verem.

Não vejo a hora de falar muito sobre isso aqui, quando eu tiver minha própria opinião sobre o lugar. Pra acompanhar tudo e sempre saber quando tem post novo, sigam o instagram do blog!

Beijos,

Ju

Onde irei morar em Nova York

Antes de qualquer coisa, devo dizer que estou completamente assustada com a rapidez como as coisas estão acontecendo. Pouco tempo atrás, contei pra vocês que o meu visto americano havia sido aprovado e, agora já estou há dois meses da viagem. Já tenho todos os detalhes resolvidos e agora só estou aguardando o dia do embarque. Sei que tenho muitas coisas pra registrar aqui, mas como vocês já perceberam no título, vou começar pelo local onde vou me hospedar em Nova York.

Astoria, Queens

Vou morar por um mês no Queens, mais precisamente em Astoria – que é um bairro muito conhecido por ter muitos brasileiros e gregos. Fiquei muito feliz com isso, já que queria muito morar no Brooklyn, The Bronx ou no Queens. Pra quem não sabe, Nova York é composto por cinco distritos: Manhattan, Staten Island, Brooklyn, The Bronx e Queens. Desses, Manhattan é o menor distrito – porém é onde estão as atrações mais famosas, como os shows da Broadway, a famosa Times Square e o Central Park, e Queens é o maior distrito – é lá onde estão os dois aeroportos de Nova York, grandes shoppings e estádios. No final das contas, vou conhecer os dois opostos, já que irei morar no Queens e trabalhar em Manhattan, na Times Square.

Vale a pena ressaltar que tudo que sei até o momento, sei através de pesquisas que tenho feito na internet. O mais legal disso é saber que vou ter a oportunidade de explorar um lugar totalmente novo e produzir um conteúdo bem legal com as curiosidades que as pessoas que vão pra lá tem, que provavelmente são as mesmas que eu estou tendo agora. As fotos foram retiradas do Google Images, e já estou muito animada pra tirar muitas fotos pra mostrar pra vocês. Na foto abaixo, a 33 Street, muito próxima de onde eu vou morar, que será na 38 Street.

astoria4

Astoria é um bairro que não tem prédios altos e é considerado muito seguro e familiar. É muito conhecido por ser a casa do Musium of the Moving Image – que fica a poucas quadras de onde eu vou morar, além de um dos primeiros estúdios de filmes ser também bem próximo de lá, o Kaufman Astoria Studios – onde algumas cenas da série do Netflix, Orange is the New Black, são gravadas. Uma coisa que também é muito falada sobre o bairro, é a piscina pública, que parece ser muito frequentada no verão – época que eu estarei lá.

astoria5

Apesar de morar no Queens e trabalhar em Manhattan, o trajeto entre casa e trabalho não dura mais que 40 minutos, já que Nova York tem um dos maiores metrôs do mundo – são 368 km de trilhos que passam por todos os distritos. Não é a toa que dizem que não é muito comum as pessoas terem carro em Nova York, já que o metrô é muito eficaz e te possibilita a ir pra qualquer lugar da cidade.

Em breve irei falar mais sobre onde vou trabalhar, enquanto isso, já podem começar a sentir a ansiedade comigo. Já estou na contagem regressiva!

Beijos,

Ju

2 canais do Youtube sobre Nova York

Sei que já faz um tempo que não posto aqui e o motivo é muito simples: faculdade e viagem. Como ainda estou em época de apresentações e provas na faculdade, não tenho tido muito tempo para planejar o que vou fazer nos meus dias livres em Nova York, e isso tem me deixado um pouco tensa. Sempre que posso, gosto de pesquisar mais sobre a cidade e ver como as coisas funcionam por lá e, pra mim, uma das melhores formas de fazer isso é assistindo vídeos no Youtube. Sendo assim, já posso eleger os meus 2 canais favoritos sobre o assunto – e é sobre eles que vou falar hoje.

amigo gringo

Amigo Gringo

Em primeiro lugar, um canal que é composto por dois americanos e uma brasileira – posso dizer que é muito informativo e ensina muito sobre a cultura novaiorquina de uma forma muito divertida e nada convencional. Os vídeos abordam diferentes assuntos relacionados à Nova York – desde como andar de metrô, dicas sobre como se vestir no inverno, lugares legais para visitar e, principalmente, como não ser um “puta babaca”, como eles dizem.

Laura Peruchi

O canal da Laura com certeza é um dos melhores para as mulheres que, assim como eu, adoram conhecer boas lojas que tenham preços bacanas e produtos que valem a pena comprar. A Laura dá muitas dicas voltadas pra beleza, mas também fala sobre lugares legais pra visitar e sobre como é a vida em Nova York – sempre falando seu ponto de vista em relação aos pontos positivos e negativos. Além disso, ela tem um blog muito informativo e um grupo no facebook, onde as pessoas podem fazer e responder perguntas – de forma que todos acabam se ajudando. Eu recomendo muito!

Não deixem de visitar os canais, em breve irei falar sobre mais alguns que eu gosto muito.

Beijos,

Ju

 

Quando alguns minutos podem mudar seu futuro


Há poucos meses tive a oportunidade de passar um tempo no interior do nordeste, sendo assim, tive muito tempo para me conectar comigo mesma e pensar muito no rumo que a minha vida estava tomando. Eu estou naquela fase da vida em que está tudo absolutamente muito bem. Tenho um ótimo trabalho, um ótimo relacionamento com as pessoas que eu amo e estudo algo que gosto muito: publicidade.

Mas como nem tudo são flores, estava me sentindo muito acomodada ao ver os colegas de sala super animados em busca de estágios na área e eu nem cogitando sair do meu super emprego para ganhar quatro vezes menos. Mas, como estudante de publicidade da Anhembi Morumbi, sou obrigada a fazer 160 horas de estágio obrigatório – do contrário, eu não me formo.

Estive pensando em diversas maneiras de solucionar esse problema, pois apesar de amar meu emprego, eu realmente quero ter uma experiência profissional na minha área durante a faculdade. Então, a grande ideia surgiu enquanto estava tomando banho, assim como todas as grandes ideias que eu já tive na vida. Trabalho em uma multinacional muito reconhecida internacionalmente, e que tem sua sede – com todos os departamentos, na cidade dos sonhos: Nova York. Em um primeiro momento, pensei que eu estava sonhando alto demais, então demorei algumas semanas pra ter coragem de falar com alguém sobre isso: primeiro com os meus pais, depois com o meu namorado e, por fim, com a minha gerente. Foi engraçada a forma como falei com ela sobre isso, pois a todo momento eu falava que tinha sido apenas uma ideia despretensiosa, nada demais, apenas uma ideia. Pra minha surpresa, a reação dela foi extremamente positiva – disse que essa havia sido uma ótima ideia e que levaria isso ao nosso diretor.

Algumas semanas depois, recebi a resposta: “Os diretores de Marketing estarão prontos para te receber em Nova York, agora só depende de você.”

Congelei quando me dei conta do que eu estava prestes a conseguir. Então, no dia 29 de abril, toda a correria por passaporte, visto americano, passagens e hospedagem começou – e hoje foi o dia em que tudo se confirmou: fui aprovada e em agosto estarei realizando o sonho de viver durante um mês na Big Apple.

image1

Durante a entrevista no consulado americano, me dei conta de como aqueles minutos de entrevista poderiam mudar o meu futuro para sempre. A vida é mesmo uma grande aventura e agradeço todos os dias pelas oportunidades que ela tem me dado. Essa história não acaba aqui, muito pelo contrário – está apenas começando!

Beijos,

Ju