Onde irei morar em Nova York

Antes de qualquer coisa, devo dizer que estou completamente assustada com a rapidez como as coisas estão acontecendo. Pouco tempo atrás, contei pra vocês que o meu visto americano havia sido aprovado e, agora já estou há dois meses da viagem. Já tenho todos os detalhes resolvidos e agora só estou aguardando o dia do embarque. Sei que tenho muitas coisas pra registrar aqui, mas como vocês já perceberam no título, vou começar pelo local onde vou me hospedar em Nova York.

Astoria, Queens

Vou morar por um mês no Queens, mais precisamente em Astoria – que é um bairro muito conhecido por ter muitos brasileiros e gregos. Fiquei muito feliz com isso, já que queria muito morar no Brooklyn, The Bronx ou no Queens. Pra quem não sabe, Nova York é composto por cinco distritos: Manhattan, Staten Island, Brooklyn, The Bronx e Queens. Desses, Manhattan é o menor distrito – porém é onde estão as atrações mais famosas, como os shows da Broadway, a famosa Times Square e o Central Park, e Queens é o maior distrito – é lá onde estão os dois aeroportos de Nova York, grandes shoppings e estádios. No final das contas, vou conhecer os dois opostos, já que irei morar no Queens e trabalhar em Manhattan, na Times Square.

Vale a pena ressaltar que tudo que sei até o momento, sei através de pesquisas que tenho feito na internet. O mais legal disso é saber que vou ter a oportunidade de explorar um lugar totalmente novo e produzir um conteúdo bem legal com as curiosidades que as pessoas que vão pra lá tem, que provavelmente são as mesmas que eu estou tendo agora. As fotos foram retiradas do Google Images, e já estou muito animada pra tirar muitas fotos pra mostrar pra vocês. Na foto abaixo, a 33 Street, muito próxima de onde eu vou morar, que será na 38 Street.

astoria4

Astoria é um bairro que não tem prédios altos e é considerado muito seguro e familiar. É muito conhecido por ser a casa do Musium of the Moving Image – que fica a poucas quadras de onde eu vou morar, além de um dos primeiros estúdios de filmes ser também bem próximo de lá, o Kaufman Astoria Studios – onde algumas cenas da série do Netflix, Orange is the New Black, são gravadas. Uma coisa que também é muito falada sobre o bairro, é a piscina pública, que parece ser muito frequentada no verão – época que eu estarei lá.

astoria5

Apesar de morar no Queens e trabalhar em Manhattan, o trajeto entre casa e trabalho não dura mais que 40 minutos, já que Nova York tem um dos maiores metrôs do mundo – são 368 km de trilhos que passam por todos os distritos. Não é a toa que dizem que não é muito comum as pessoas terem carro em Nova York, já que o metrô é muito eficaz e te possibilita a ir pra qualquer lugar da cidade.

Em breve irei falar mais sobre onde vou trabalhar, enquanto isso, já podem começar a sentir a ansiedade comigo. Já estou na contagem regressiva!

Beijos,

Ju

Copenhagen

Copenhagen é um filme curto, de apenas uma hora e meia, escrito e produzido por Mark Raso. Ele conta a história de William (Gethin Anthony), que é um americano que está na Europa com a missão de encontrar seu avô paterno para lhe entregar uma carta que seu falecido pai havia escrito para ele, em uma língua que ele não consegue ler – dinamarquês.

copenhagen1

Will não é o tipo de personagem pelo qual nos apaixonamos desde o início do filme, muito pelo contrário. Ele está sempre tomando atitudes ruins, o que faz com que seu melhor amigo, Jeremy (Sebastan Armesto), o abandone em Copenhagen e viaje com a namorada enquanto Will continua sozinho em busca de seu avô. Precisando de ajuda, Will decide pedir para que Effy (Frederikke Dahl Hansen), a garçonete bilíngue do hotel onde ele está hospedado, traduza a carta para ele. A partir desse momento, Effy se oferece para ajudá-lo a encontrar seu avô e o convence a encarar esse desafio com outros olhos.

Os dois se tornam muito próximos e criam um sentimento muito bonito um pelo outro, mas há um problema que pode impedi-los de ficarem juntos: Effy tem apenas 14 anos, o que se torna um dos assuntos principais abordados no filme, pois Will tem o dobro da idade dela e precisa tomar uma decisão.

Uma curiosidade sobre o filme é que Frederikke, a atriz que interpreta a Effy, nasceu em Copenhagen.

O filme é classificado como Aventura, Drama e Romance no IMDB, onde tem a nota 7,2.

Clique aqui para assistir o trailer do filme e aproveitem que o filme está no Netflix.

copenhagen2

Na minha opinião, uma das melhores coisas sobre esse filme é o fato de que, apesar de se tratar de um romance, ele foge totalmente do padrão de filme com finais felizes e nos faz refletir muito sobre a decisão que o personagem deveria tomar. O final é de tirar o fôlego.

A música tema do filme não sai da minha cabeça. Clique aqui e ouça lendo a tradução do dinamarquês para o inglês.

“In my thoughts we will change until the day we die.”

Beijos,

Ju

 

3 filmes românticos para assistir no Netflix

Quando o final do ano se aproxima, eu costumo ficar muito ansiosa e, consequentemente, com insônia. Para isso, nada melhor que abrir o Netflix e buscar um filme leve pra ver durante a noite. Sempre demoro horas pra escolher um filme pra assistir e, ultimamente, eu estou na vibe de procurar filmes românticos bons, já que fazia muito tempo que não encontrava um que prendesse minha atenção. Bom, por falta de um, encontrei três na mesma semana. E é deles que vou falar agora.

  1. Love, Rosie

simplesmenteacontece2

É um filme que conta a vida de dois jovens britânicos Rosie (Lily Collins) e Alex (Sam Claflin), que são amigos inseparáveis desde a infância. Eles experimentam juntos as dificuldades amorosas, familiares e escolares. Embora exista uma atração entre eles, os dois mantêm a amizade acima de tudo. Um dia, Alex decide aceitar um convite para estudar medicina em Harvard, nos Estados Unidos. A distância entre eles faz com que nasçam os primeiros segredos, enquanto cada um encontra outros namorados e namoradas. Mas o destino continua atraindo Rosie e Alex um ao outro. Em português, o nome do filme é “Simplesmente Acontece” e foi lançado em 2014.

2. In Your Eyes

in-your-eyes

Descrita como uma história de amor metafísica, a trama conta a história de Rebecca (Zoe Kazan) e Dylan (Michael Stahl-David), personalidades opostas que, sem entender como, estão conectadas. Rebecca mora em Connecticut e é casada com um médico rico, juntos costumam ir à festas de gala e vivem em uma casa luxuosa. Dylan é um ex-condenado que foi preso por se negar a entregar seus cúmplices em um crime. Ele mora em um trailer no Novo México, onde tenta reconstruir sua vida. Os dois podem ouvir e ver um ao outro, embora sequer se conheçam. O filme foi lançado em 2014, mas um fato curioso é que o roteiro foi escrito em 1992, por Joss Whedon.

3. Remember Sunday

remember

Molly (Alexis Bledel) é uma encantadora garçonete solitária e muito azarada com relacionamentos amorosos. Um dia, ela conhece Gus (Zachary Levi), que é um vendedor de jóias e adora astronomia. Os dois se apaixonam, mas tem algo que atrapalha o relacionamento dos dois: Gus sofreu um aneurisma cerebral e sofre de perda de memória recente. Ao dormir, Gus esquece tudo que aconteceu antes e, a cada dia antes de dormir, ele deixa vários bilhetes para que no dia seguinte ele se lembre de Molly. Ele vai lutar para ficar com ela, mas não consegue contar sobre seu problema. Molly ficará intrigada por aquele homem tão perfeito, porém distraído, e terá que tomar sérias decisões sobre sua vida. É um filme de 2013 e em português se chama “Como Não Esquecer Essa Garota”.

Beijos,

Ju